Feeds:
Posts
Comentários

Aliando arte, experiência e talento, o vitralista Ton Geuer (89 anos) leva até as pessoas o verdadeiro vitral artístico, com vidros de variadas cores e texturas, prezando sempre a qualidade da obra – uma mensagem de vida.

Quando Ton Geuer cria o seu vitral abstrato;  talvez uns dos primeiros da América do Sul,  nós temos uma explosão de sentimento.  Ou ao criar o vitral sacro  está levando a catequese para uma comunidade. Fazendo com que esta mesma comunidade,  participe de sua obra direta ou indiretamente.

Nesta perspectiva, a da tradição descritiva,  memorialística e narrativa nada mais eloqüente do que as obras de Ton Geuer.

É a história brasileira, as crenças e as vivências de uma população, os objetivos do cotidiano,  as imagens de seu psiquismo,  organizadas no ficcional artístico.

O artista Ton Geuer de hoje atua no sentido de tornar evidentes os elementos constituintes da alma e os limites da imaginação, ele registra e forma as imagens de seus admiradores.

Através de suas obras, ele espera que mais pessoas passem a admirar e amar a arte dos vitrais, cujas realizações transformam a luz e a cor dos espaços interiores em lugares para recrear os sentimentos e o espírito.

É importante lembrar que o principal instrumento de trabalho do vitralista consiste nas suas mãos capazes de transformar os vidros numa idéia, num projeto…num sonho!

Nas próximas postagens estarei dedicando na  explicação do objetivo de muitas de suas obras, preservando a arte de evangelizar ou simplesmente embelezando o projeto arquitetônico com a maestria de sua arte,  de sua experiência e de seu talento.

Ton Geuer em seu atelier

colaboração de texto:  Claudia B.L. Laborne

VITRAL – ARTE E TRADIÇÃO

Viaje com suas mãos através dos séculos, tendo contato com esta arte milenar.

VITRAL

É uma composição artística, cujo material usado são os vidros transparentes, coloridos, lisos ou com texturas, montados interligando perfis de chumbo e soldados com estanho.

SUAS APLICAÇÕES

Pode ser aplicado em vários ambientes inserido em portas, janelas, vãos, tetos, clarabóias, ou assumir formas de objetos, luminárias, caixas, espelhos e outros objetos decorativos.  As peças possuem valor agregado devido ao forte caráter artístico e uma produção artesanal.

CURSO INTENSIVO BÁSICO

No curso intensivo básico, o aluno aprende a técnica tradicional ( com vidros coloridos e chumbo) e produz uma peça de vitral plana que pode se transformar em um móbile de 20 X 20 cm

PÚBLICO ALVO

Arquitetos e decoradores, amantes desta arte e  pessoas que queiram aprender como hobby ou como uma forma terapeutica . Não tem limite de idade, depende basicamente do interesse e aptidão.

METODOLOGIA

Primeiramente  é feita uma breve explanação da história do vitral e  exposição da técnica com explicações e demonstrações das possibilidades de aplicação do vitral e por último a prática incluindo corte, montagem, soldagem, acabamento, enfim,  todos os procedimentos necessários para a obtenção da peça artísticas e artesanal.

As aulas são em grupo de até seis pessoas ou individuais.

MATERIAL

Todo material necessário para a montagem de uma peça 20×20 é fornecido pelo curso. As ferramentas são de uso mútuo para o curso.

Com o curso, o aluno terá  noção e participação em todas as etapas do vitral na técnica tradicional. Vale lembrar, que não é em um primeiro projeto, que a pessoa terá a noção de suas habilidades, é necessário praticar principalmente o corte de vidro.

Atualmente  é oferecido no último sábado de cada mês das 9:00 às 17:00 hrs.

Programa:

# Teoria: Apresentar a história desta arte milenar

# Ensinar a Técnica básica do processo do vitral

# Prática:  Você fará uma peça (20x20cm)

# Incluso:  Apostila / certificado / material

FACILITADORA

TINEKE GEUER ARGUETA

Artista Plástica, vitralista e mosaicista, ministra seus cursos no atelier desde 1996. Trabalha há mais de 30 anos com seu pai Ton Geuer em projetos e elaboração de peças artesanais na técnica de vitral, mosaico e fusing. Especialista em restauração de vitrais antigos.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

Mari Geuer – 19 33246904 (mari.geuer@gmail.com)

Local:  Rua João Burato, 32 – Barão Geraldo – Campinas/SP

PROXIMA DATA

ver Curso 2012

Reportagem SBT

Assistam!

Obra prima dos vitrais do artista Ton Geuer


Ton Geuer e seus vitrais na Igreja de Holambra/SP

O artista Ton Geuer; vem de uma família reconhecida internacionalmente na arte do vitral, tendo uma experiência de vida rica em aprendizagem, criou meios de poder trabalhar com uma matéria prima tão difícil de  obter na época no Brasil, explorou novas técnicas e continua até hoje com suas pesquisas incessantes.

Será importante deixar para o Brasil,e até mesmo para o Mundo a sua história registrada, o seu talento perpetuado. Com isto quero fazer deste blog  um pequeno apanhado sobre sua trajetória.

Os textos aqui postados serão explorados: a área acadêmica, origem do vitral, as técnicas, a vida do artista Ton Geuer e as suas obras; as mais de 150 igrejas no Brasil, mais de 80 restaurações, além de centenas de  soluções arquitetônicas nos ambientes que Ton Geuer produziu. A vida e a arte em vitrais do artista Ton Geuer no Brasil marcam, neste ano de 2010, 50 anos de excelência.

O vitralista Ton Geuer durante toda sua vida tem se dedicado em levar às pessoas mensagens de vida através de seus trabalhos.

São cinco gerações que, com o passar do tempo, vem aperfeiçoando as técnicas dos vitrais. Os primeiros registros artísticos da família Geuer foram em 1859 que, apaixonados pela profissão, enfrentaram as crises causadas pela II Guerra e a escassez da matéria prima, para continuarem desenvolvendo esta arte.

Aliando arte, experiência e talento, Ton Geuer leva até as pessoas o verdadeiro vitral artístico, com vidros de variadas cores e texturas, prezando sempre a qualidade da obra. Através de sua obra, ele espera que mais pessoas passem a admirar e amar a arte dos vitrais, cujas realizações transformam a luz e a cor dos espaços interiores em lugares mágicos para recrear os sentidos e o espírito.

É importante lembrar que o principal instrumento de trabalho do vitralista consiste nas suas mãos, capazes de transformar os vidros numa idéia, num projeto… num sonho!